Casa Dona Ambrosina

casa-dona-ambrosina

Construída no final do século 19, a residência pertenceu a Dona Ambrosina Cândida da Silveira Leão. O imóvel serviu de abrigo para personagens ilustres da Revolução em 1930, como Pedro Ludovico Teixeira. Localizada na Praça Mariano, 628, Centro, a casa é tombada como Patrimônio Histórico e Cultural de Rio Verde.

Reivindicação
O prefeito Juraci Martins anunciou em 2010 que a Casa da Dona Ambrosina abrigaria a sede do Instituto Histórico e Geográfico de Rio Verde e da Associação dos Artistas Plásticos de Rio Verde. Quase cinco anos depois, a promessa não saiu do papel. Artistas e intelectuais, que chegaram a comemorar a conquista, agora estão insatisfeitos e reclamam da falta de compromisso com a cultura no município.

Foto: Hugo Buarques

Seja o primeiro a comentar